Publicado em 09/06/2011 ás 09:36h por FUNPAJ

Mensagem de Padre José pelos direitos humanos e cidadania*

O que me chama muito a atenção, até hoje, é que existe, geralmente, muito medo ou vergonha, para que as pessoas assumam a luta em defesa dos direitos humanos, com se esta luta fosse uma coisa indecente. Muitas vezes se escuta falar “vocês estão defendendo ladrões”. Aqueles que falam assim não compreendem a luta pelos Direitos Humanos. Nós defendemos aqueles cujos direitos fundamentais estão sendo violados: os sem teto, os sem terra, os sem trabalho, os sem saúde, os sem escola, os sem moradia, os sem pão… Trabalho, saúde, moradia, terra, educação, respeito, salário digno, não é um direito de todos?

Se você como Pai ou Mãe oferece tudo para um dos filhos e aos outros nada, você cria desunião, violência, guerra dentro da pópria família. Assim, também, numa nação, se uns tem muito e outros nãoa tem nem o necessário para viver dignamente, cria-se guerra e violência. Não é isto o que estamos vivendo?

O modelo econômico com sua bandeira da globalização não fornece muitas perspectivas, pois, é um modelo perverso que exlcui uma grande parte da população mundial dos frutos do desenvolvimento. Neste sentido, estou pessimista e não vejo mudanças em breve.

Este modelo econômico não é sustentável, tem de morrer para nascer un novo modelo que respeite a vida tanto do ser humano como da natureza. Nós devemos nos organizar melhor. A nova constituição criou mecanismos decmocráticos para que possamos fiscalizar os governos municipais, principalmente através dos Conselhos Municipais.

Não podemos ficar com os braços cruzados. O nosso município é nossa casa. Somos responsáveis por ela. Os conselhos municipais são uma “arma” poderosa para que possamos exercer a nossa cidadania.

* extraído do Informativo ‘Impressão Digital’ do Centro de Defesa dos Direitos Humanos do Extremo Sul da Bahia – CDDH, publicado na edição número 1, em Novembro de 2000. Padre José Koopmans é co-fundador do CDDH e uma das quatro pessoas instituidoras da Fundação Padre José Koopmans.

Josephus Julius Maria Koopmans

in memoriam